araquem alcantara

Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia]

junho 10, 2020

COMPARTILHE

O registro da natureza brasileira não seria o mesmo sem o olhar e a lente do fotógrafo Araquém Alcântara, considerado um dos maiores ícones da oitava arte no país. Completando 50 anos de carreira este ano, ele se dedica não só à documentação da fauna, flora e do povo do Brasil, mas também à sua proteção. Seu trabalho, de notoriedade internacional, tornou-se hoje uma referência e fonte de inspiração para os novos fotógrafos.

História

Araquém Alcântara nasceu em Florianópolis (SC) em 1951, foi em São Paulo que sua carreira começou a despontar, quando entrou para a faculdade de jornalismo na Universidade de Santos. Em 1970, trabalhou como fotojornalista colaborando com os jornais O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e com a revista Isto É. Em 1979, realizou o seu primeiro trabalho de cunho ambientalista: a documentação do Parque da Jureia, em Iguape, em São Paulo, a convite do ex-vereador e ambientalista de Itanhaém, Ernesto Zwarg, uma das primeiras vozes a se levantar contra a depredação da Jureia. A partir daí, não parou mais e várias expedições fotográficas surgiram, como da Mata Atlântica, assim como passou a desenvolver projetos pessoais engajados em questões ecológicas e sociais.

Em uma entrevista ao Portal Namu, ele recordou que um importante filme da década de 1960, Ilha Nua, do japonês Kaneto Shindô, teve papel importante no começo da sua carreira e pela escolha do tema natureza tão presente em suas fotografias. “Um dia entrei (no cinema) e mal poderia imaginar que aquele filme ia mudar minha vida. Filme só com sons do ambiente e uma família se mudando para uma ilha estéril e tentando plantar, tendo que buscar água no continente (…) a história é contada de uma maneira extremamente simples, como é até hoje minha fotografia. Fui para minha casa pela praia, tirei o tênis, arregacei o jeans, e meditando em estado de atenção, de alerta em todo o meu ser, eu falei em uma hora: eu posso dizer as coisas desse modo pela imagem”, relatou.

Livros e publicações

Focado nesse propósito, de 1988 a 1998, Araquém Alcântara foi o primeiro profissional a fotografar todos os parques nacionais do Brasil, num total de 36, dando origem ao livro Terra Brasil, de 1998. Em 2010, o título ganhou uma reedição com imagens inéditas e a cobertura de novos parques nacionais, somando 68 visitados. Hoje, a obra já está na sua 12ª edição, já vendeu 100 mil exemplares e tem fotos em acervos de vários museus e galerias, entre eles, o Museu do Café, em Kobe, no Japão; Centro Cultural Georges Pompidou, em Paris; Museu Britânico, em Londres; Museu de Arte de São Paulo (MASP) e Museu de Arte Moderna, também em São Paulo, e muito mais.

De acordo com o seu site oficial, Araquém Alcântara possui 54 livros publicados sobre temas ambientais e humanos; tem 32 prêmios nacionais, como o Prêmio Jabuti com o livro Amazônia, em 2006; o Prêmio Fernando Pini, de 2007, de melhor livro de arte do ano, com a obra Mar de Dentro, e três internacionais; 22 livros com coautoria; e 75 exposições individuais realizadas no Brasil e no exterior.

Análise

De acordo com a Enciclopédia Itaú Cultural, o trabalho de Araquém Alcântara é um manifesto em defesa da causa ecológica. “Embora tenha registrado a degradação ambiental da cidade de Cubatão, em São Paulo, no início da carreira, o conjunto de sua obra não se caracteriza pela denúncia, mas pelo discurso de exaltação das belezas naturais. Revelando a riqueza e a diversidade de ecossistemas desconhecidos para a maior parte dos brasileiros, ele chama a atenção para a necessidade de preservação”.

Ainda segundo a publicação, o seu trabalho se aproxima de revistas internacionais como a National Geographic Universal, “nas quais a presença do fotógrafo é discreta, pois as imagens são construídas seguindo o ideal da imparcialidade. A luz é quase sempre natural. O flash é utilizado apenas em situações extremas, de maneira suave, procurando não criar sombras que denunciem sua artificialidade. Os enquadramentos são feitos à altura dos olhos, procurando reproduzir uma visão direta, sem distorções, como se a fotografia estivesse a serviço da natureza e fosse apenas um meio de divulgá-la”.

Para o fotógrafo, para ser um bom profissional é preciso ter, em primeiro lugar, inspiração e criatividade e, só depois, buscar o melhor equipamento; o aprimoramento da técnica é contínuo. “A fotografia é uma arte, uma linguagem plástica, autônoma. É um caminho de autoconhecimento e cada um vai aprendendo com o tempo”, disse à revista Beach & Co. Todo o processo de aprendizado de tecnologia e técnica, segundo Araquém, pode levar, no mínimo, uma década. Uma grande inspiração!

Dá uma olhada em algumas fotos dele 🙂 São só algumas, mas já da pra sentir um gostinho rs

Blog IpsisPro 00 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 15 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 14 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 13 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 12 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 11 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 10 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 09 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 08 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 07 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 06 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 05 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 04 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 03 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 02 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia] Blog IpsisPro 01 Araquém Alcântara [Grandes Nomes da Fotografia]

 

E aí, fotógrafo! Curtiu? Qual outro grande nome da história que você quer ver por aqui? Conta aí que estou curiosa para saber

Até a próxima!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

FABRICA BLOG - 1

Sobre a IpsisPro

Transformamos ideias em imagens que saltam aos olhos! Seus clientes vão poder desfrutar do mesmo requinte de livros de arte e de renomados fotógrafos brasileiros através dos trabalhos da IpsisPRO.

Depois de mais de 70 anos no mercado e já consolidada como referência na América Latina em qualidade de impressão e tratamento de imagem, lançamos uma plataforma que proporciona o mesmo requinte de livros de arte para trabalhos de fotógrafos profissionais.

Fique por dentro das nossas novidades