como fazer diagramação de fotos

6 dicas de como fazer diagramação de fotos para álbuns atemporais

janeiro 4, 2019

COMPARTILHE

Um álbum de fotografia tem um importante valor como documento familiar. Por isso, ele precisa ser resistente para suportar o passar dos anos e atemporal. A resistência de um fotolivro está no material e na forma como ele é impresso. Já a atemporalidade tem a ver com a diagramação.

Para que você construa álbuns que irão encantar gerações, preparamos algumas dicas de como fazer diagramação de fotos. Se você seguir as nossas 6 dicas, seus fotolivros nunca irão sair de moda!

Como fazer diagramação de fotos?

1. Pergunte as preferências do cliente

Antes de qualquer coisa, a primeira ação que você deve fazer para diagramar um fotolivro perfeito é pedir ao seu cliente um briefing do projeto. Ou seja, peça para ele dar orientações sobre o que espera do álbum, que tipo de produto quer receber.

Vale questioná-lo sobre preferências por fundos, cores, fontes, bordas, elementos gráficos, entre outras questões. Isso irá facilitar a diagramação e diminuirá significativamente os pedidos de alterações ou correções no projeto.

Também irá contribuir para que o cliente fique satisfeito com o resultado final. Lembre-se que o fotolivro que você irá construir tem que ter a cara do seu cliente porque é feito para contar a história dele.

2. Oriente seu cliente sobre as melhores práticas

Muitas vezes, o cliente não tem muita ideia do que fica bom ou não em um fotolivro e pode optar por te deixar livre para fazer um álbum do seu jeito.

Nesse caso, opte por realizar um trabalho seguindo as melhores práticas e tendências atuais de mercado. No momento, estão em alta fotolivros clean e minimalistas.

Seguir a tendência do momento aumenta suas chances de aprovação na primeira amostra e fazer um álbum mais clean irá garantir que ele nunca saia de moda.

3. Crie divisões

Para facilitar o seu trabalho na hora de diagramar, você pode criar divisões dentro do álbum como making of, cerimônia, festa, entre outras. Cada novo assunto deve começar numa nova lâmina.

Dentro dessas divisões também é interessante criar subdivisões para facilitar ainda mais a diagramação. Por exemplo, na cerimônia temos as fotos do local e decoração, entrada do noivo e padrinhos, entrada da noiva, alianças, etc.

Na recepção, temos o local e decoração, entrada do casal, brinde e corte do bolo, valsa, cumprimentos, pista de dança, e assim por diante.

Esses cuidados tornam o álbum muito mais atrativo e menos cansativo para apreciar. Além disso, o fotolivro não pode ser apenas um conjunto de fotos. Ele precisa contar uma história e toda história tem começo, meio e fim.

4. Detalhes da diagramação

Caso seu cliente não tenha nenhuma preferência de fundo, o ideal é usar fundo branco e janelas sem bordas.

Se seu cliente sugerir algum fundo, seja floral, arabesco ou em cor sólida, utilize o mesmo do início ao fim.

Também é importante ter atenção para que o alinhamento e espaçamento das janelas sejam idênticos do começo ao fim do projeto.

5. Dê destaque a momentos importantes

A entrada da noiva e do noivo pedem destaque e devem ter lâminas exclusivas para estes momentos.

Todo projeto precisa de fotos panorâmicas, então programe-se para reservar no mínimo uma lâmina para este fim e escolha uma foto significativa.

Blog IpsisPro como-fazer-diagramação-de-fotos-1024x683 6 dicas de como fazer diagramação de fotos para álbuns atemporais

As fotos dos pais da noiva e dos pais do noivo devem ter o mesmo tamanho, bem como todos os padrinhos devem receber o mesmo destaque sem fazer diferença entre eles, ou seja, mesmo tamanho de janela para todos os padrinhos.

Fotos de pais e padrinhos com tamanhos diferentes podem gerar ciúmes e consequentemente, pedidos de alteração.

Aproveite momentos como quando a noiva joga o buquê para as amigas ou dança com elas e quando o noivo passa a gravata ou se diverte com os amigos e crie lâminas exclusivas para estes momentos, sem misturar outras fotos.

Evite colocar fotos onde as pessoas ficam “olhando para fora da lâmina”.

6. Cuide para que não haja falhas no projeto

Nome do casal e data do casamento, alinhamento e espaçamento das janelas, fotos repetidas ou faltantes são as principais causas de solicitação de alterações na diagramação de álbuns. Então, fique atento a esses errinhos que podem passar despercebidos.

Uma dica importante de como fazer diagramação de fotos é se perguntar a todo o momento: “No futuro, daqui a 20 anos, o meu álbum será considerado cafona?” Se a resposta for um “talvez”, melhor refazer aquela lâmina.

O que não fazer na diagramação

É claro que cada cliente tem um tipo de gosto. Tem clientes que gostam de coisas mais discretas e simples e tem clientes que amam tudo o que é chamativo e espalhafatoso.

No entanto, quando se trata de como fazer diagramação de fotos, algumas regras de design são importantes para a harmonia do conjunto. Veja abaixo o que evitar na hora de diagramar um fotolivro.

1. Não misture fotos coloridas e P&B na mesma lâmina

A lâmina de um álbum é composta por duas páginas abertas, que formam um conjunto e devem estar em harmonia. Para isso, não misture fotos em preto e branco com imagens coloridas nas mesmas lâminas.

2. Não coloque muitas fotos em uma mesma lâmina

Alguns fotógrafos, seja por inexperiência ou por economia de espaço, enchem as páginas do álbum com muitas fotos. Isso acaba gerando um efeito semelhante ao de “história em quadrinhos”. Ou seja, aquele monte de imagens, uma ao lado da outra, que só poluem a leitura e não geram atrativo visual.

3. Não misture assuntos na mesma lâmina

Nas lâminas do making of da noiva, não misture fotos da cerimônia, por exemplo. É comum o diagramador que precisa utilizar a menor quantidade possível de lâminas em cada projeto, aproveitar um espaço no making of para colocar uma ou mais fotos da igreja ou decoração, e isso não costuma ficar legal.

4. Não deixe a foto torta

Uma foto em cima da outra ou torta não é sinônimo de charme ou modernidade. Em museus ou galerias de arte, por exemplo, os quadros não são expostos tortos nas paredes. Trate o seu trabalho com o mesmo valor de uma obra de arte.

Além disso, se o cliente tiver Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), por exemplo, ficará nervoso ao ver a foto torta sem poder arrumá-la.

5. Não use fontes de difícil leitura

Fontes rebuscadas podem ser atraentes à primeira vista. No entanto, são uma cilada, pois tornam-se cansativas e ultrapassadas. Opte por fontes limpas, clássicas e atemporais.

6. Não deixe rostos ficarem nas dobras

Sempre que optar por “estourar” uma imagem em páginas duplas, preste atenção para não deixar alguma parte importante da foto no meio da dobra. Em se tratando de fotos de pessoas, um braço ou uma mão no meio do vinco pode até ser permitido, mas fazer o mesmo com o rosto é proibido.

7. Não use fotos com menor opacidade como fundo

É consenso entre os designers e fotógrafos que fotos em menor opacidade não é fundo. Imagens usadas como fundo de página podem tirar a força das fotos em primeiro plano. É uma competição desnecessária. O mais importante é saber o que você deseja destacar em cada página.

8. Não use fundos muito coloridos

Também não é interessante usar fundos muito coloridos, pois eles cansam a visão e competem em atenção com as fotos. Opte pelo branco ou os de tons neutros. Eles são mais clássicos, mais nobres e mais atemporais. Priorize sempre os lisos, sem texturas ou efeitos.

9. Não inicie ou finalize um álbum com imagens ruins

As primeiras páginas dão a primeira impressão do álbum. São elas que convidam a pessoa para avançar e continuar vendo as fotos. Então, capriche!

Lembre-se que o álbum fotográfico é como um livro: precisa sempre ter uma capa (ou primeira página) com uma imagem de impacto. Ele também deve terminar causando uma boa impressão.

Blog IpsisPro Fotolivro-1 6 dicas de como fazer diagramação de fotos para álbuns atemporais

10. Evite usar bordas nas fotos

Bordas envolvendo as imagens logo saem de moda e podem dar um aspecto pesado ao layout do álbum.

11. Evite usar legendas nas imagens

Incluir textos explicando imagens ou dar títulos como “Making of”, “Cerimônia” e “Recepção” é desnecessário. Boas fotos não precisam de legenda.

12. Não use uma ferramenta de diagramação inadequada

Utilizar ferramenta de diagramação inadequada irá tornar o trabalho de diagramar árduo e você perderá muitas horas fazendo algo que poderá realizar em metade do tempo. Lembre-se que tempo é dinheiro!

Atualmente, existem ferramentas específicas para diagramar fotos. Uma delas é o IpsisPRO Designer ou até mesmo o Adobe Indesign.

Importante: o seu álbum precisa ter a cara do seu cliente! O que isso quer dizer? Existem pessoas que gostam de coisas que não estão dentro das melhores práticas. Mas se o seu cliente gosta e pediu, você precisa colocar. O que deve prevalecer é o gosto do seu cliente!

Quer mais insights de como fazer diagramação de fotos? Veja neste artigo aqui mais 16 dicas para caprichar nos seus fotolivros.

IpsisPro Designer

O IpsisPro Designer é um software exclusivo para diagramação de fotolivros. Ele é uma ferramenta intuitiva, rápida e conta com diversos recursos que darão asas a sua criatividade.

O software possui templates variados que facilitam a diagramação das fotos e é possível exportar uma cópia em PDF para enviar como prova para seu cliente.

Entre as opções de álbum, permite diversos tipos de encadernação com formatos e materiais diferenciados — de acordo com as necessidades do seu cliente

E o melhor de tudo: é gratuito! Nesse artigo aqui, te ensinamos o passo a passo de como diagramar por ele e todos os recursos disponíveis.

O IpsisPro Designer ainda possui um benefício extra: a possibilidade de, ao finalizar, solicitar diretamente a impressão.

Impressão

Para onde vai o seu fotolivro? Para aprender como fazer diagramação de fotos é muito importante saber quem vai ampliar/imprimir e encadernar seu álbum para saber as exatas medidas das lâminas e sangrias.

Não hesite em pedir ao seu cliente o contato do fornecedor para obter todas as informações e gabaritos antes de iniciar a diagramação. Esse cuidado demonstra seu comprometimento e profissionalismo.

Caso você fique responsável pela impressão, procure bons fornecedores. Fazer uma boa diagramação é 60% do processo, os outros 40% vêm de uma boa encadernação, acabamento, bons materiais e impressão. E isso a IpsisPRO tem de sobra! Conte com a gente para tornar seus fotolivros perfeitos!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

FABRICA BLOG - 1

Sobre a IpsisPro

Transformamos ideias em imagens que saltam aos olhos! Seus clientes vão poder desfrutar do mesmo requinte de livros de arte e de renomados fotógrafos brasileiros através dos trabalhos da IpsisPRO.

Depois de mais de 70 anos no mercado e já consolidada como referência na América Latina em qualidade de impressão e tratamento de imagem, lançamos uma plataforma que proporciona o mesmo requinte de livros de arte para trabalhos de fotógrafos profissionais.

Fique por dentro das nossas novidades

Newsletter