como fotografar contra a luz

Veja 3 desafios e as soluções de como fotografar contra a luz

fevereiro 4, 2019

COMPARTILHE

As imagens registradas no contraluz costumam fascinar as pessoas, seja pela inclinação poética ou dramática. Essa técnica oferece muitos recursos. Com ela, é possível brincar com o contraste entre luz e sombra e com as diversas cores que se pode dar à fotografia.

O problema é: como fotografar contra a luz? Essa é uma dificuldade que muitos fotógrafos possuem. E realmente esse tipo de clique não é fácil e traz inúmeros desafios aos profissionais. Mas como sabemos que você adora um desafio, veja algumas dicas para fotografar contra a luz.

Como fotografar contra a luz

O contraluz nada mais é do que fotografar um objeto com uma luz de fundo muito mais forte do que a luz que ilumina esse objeto.

Essa luz pode ser o sol, o próprio céu após o pôr do sol, um flash e até mesmo, estando no interior de um ambiente, a luz externa vinda da janela ou porta.

Para te ajudar a fazer fotos cada vez mais incríveis e diferentes usando o contraluz, levantamos os principais problemas e as respectivas soluções de como fotografar contra a luz.

Desafio 1: exposição

Muitos fotógrafos expõem para o céu, fazendo com que o assunto principal da foto saia completamente escuro e mal exposto.

Qual é a solução? Balanço de brancos e modo de medição pontual.

Quando a cena contém um grande contraste entre luz e sombra, a câmera não conseguirá expor para ambos. Assim, é preciso decidir para qual assunto devemos fazer a correta exposição.

Se fizermos a fotometria na área das sombras, conseguiremos ter uma foto com os detalhes da sombra, mas o fundo ficará branco, estourado.

Porém, se for feita a exposição nas áreas claras da cena, as sombras ficarão escuras, preto total, conforme as imagens abaixo.

Blog IpsisPro foco-céu-foco-objeto Veja 3 desafios e as soluções de como fotografar contra a luz

Por essa razão é essencial mudar o modo de medição da câmera para fotografar em contraluz. O ideal é utilizar o modo de medição pontual. Assim, é possível ter controle do assunto que você deseja dar a exposição correta.

Caso o modelo de sua câmera não possua este tipo de medição, é possível ter bons resultados usando o modo de medição parcial.

Na imagem abaixo, a medição foi feita no chão próximo ao mar para conseguir os detalhes na areia.

Blog IpsisPro Exposição Veja 3 desafios e as soluções de como fotografar contra a luz

Para resolver o problema da exposição, também é possível usar uma função muito interessante que todas as câmeras DSLR tem: Destaque de realce.

Quando  está função está acionada, ela mostra no visor os pontos onde há brancos demais. Por exemplo, se a pele da modelo estiver piscando em qualquer ponto, quer dizer que aquela área não tem detalhes. Ou seja, está estourando e é preciso corrigir.

Utilizando filtros graduados

Normalmente, as pessoas que querem aprender como fotografar contra a luz não querem escolher qual parte da imagem ressaltar.

Neste caso, para que apareça detalhes de toda a imagem, o ideal é fotografar utilizando um filtro graduado.

O filtro de densidade neutra graduado, por exemplo, é feito de resina ou de vidro, possuindo em uma metade um filtro de densidade neutra e na outra metade ele é completamente transparente.

Assim, é possível fazer a foto contraluz mantendo todos detalhes tanto no céu quanto no primeiro plano da foto.

Blog IpsisPro filtro-graduado Veja 3 desafios e as soluções de como fotografar contra a luz

Outra opção para resolver o problema da exposição é utilizar a função bracketing disponível nas câmeras Canon. Essa função nada mais é do que disparar três ou mais fotos com exposições diferentes da mesma cena.

Assim, é possível obter todos detalhes nos claros e escuros e mesclá-las no programa de edição. Neste caso, é essencial usar um tripé para não haver mudança no enquadramento.

Fotos de silhuetas

Levando em consideração o que foi abordado anteriormente, para conseguir fazer fotos de silhuetas, por exemplo, é preciso fotometrar no fundo, na parte mais clara da imagem.

Dessa maneira, todos os elementos da cena que estão entre a câmera e o fundo ficarão subexpostos, revelando as formas de cada um.

Também é preciso escurecer a imagem. Para fazer isso, aumente a velocidade da sua câmera.

Escurecendo a imagem, você conseguirá fazer uma foto em que só os contornos da modelo ou do objeto irão aparecer.

Esse tipo de fotografia é interessante fazer quando o objeto ou a paisagem é bastante conhecida. Caso contrário, as silhuetas ficarão irreconhecíveis.

Desafio 2: Edição

Muitos fotógrafos em início de carreira acreditam que irão bater uma foto contraluz e ela irá aparecer maravilhosa no visor.

No entanto, ao olhar a imagem no visor da câmara, bate a decepção. Muitas vezes, a imagem aparece sem contraste e apagada.

Mas não se desaponte. Esse problema de como fotografar contra a luz pode ser facilmente consertado na pós-produção, durante o tratamento da imagem. Basta aumentar o contraste.

Caso ainda não fique como você imaginou, adicione mais pretos à imagem. Assim, você irá trazer vida à fotografia, que ficará maravilhosa!

No vídeo abaixo, da fotógrafa Karly Marques, você conseguirá ver na prática como são executadas algumas das técnicas citadas.

Importante: Ao fotografar contra a luz, fique atento ao “flare“. Este é um efeito bem interessante e proposital em muitas fotos, mas nas imagens com contraluz, o flare geralmente não é aplicado.

Para evitar, deve-se usar o para-sol na lente ou mudar a posição da câmera.

Os flares são aquelas manchas de luz, circulares ou hexagonais, que aparecem quando a luz se reflete nos elementos internos da objetiva. Conheça essa e outras técnicas de fotografia para iniciantes.

Outra dica de como fotografar contra a luz é utilizar sempre RAW. Como as cores e balanço de branco nessa situação podem normalmente ser projetadas pelo brilho da luz do sol, fotografando em RAW você conseguirá recuperar qualquer disparidade de cor depois.

Não sabe a diferença entre RAW e JPEG? Veja as vantagens de cada formato e saiba quando usar cada um.

Está inseguro para fazer fotos contraluz? Deixe a modelo ou o objeto principal da imagem mais escuro do que você costuma deixar. Assim, você poderá clareá-lo na edição. Na pós-produção, é mais fácil clarear o objeto do que retornar com a luz de fundo.

Contraluz não é algo que se aprenda apenas lendo. Requer prática e, sobretudo, conhecer um pouco da sua câmera. Saia para fotografar em contraluz, aplique algumas dessas técnicas e verá que suas fotos ganharão mais vida.

Depois, envie seu material para a gente para garantir que seu trabalho tenha a melhor qualidade de impressão em um fotolivro excepcional.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

FABRICA BLOG - 1

Sobre a IpsisPro

Transformamos ideias em imagens que saltam aos olhos! Seus clientes vão poder desfrutar do mesmo requinte de livros de arte e de renomados fotógrafos brasileiros através dos trabalhos da IpsisPRO.

Depois de mais de 70 anos no mercado e já consolidada como referência na América Latina em qualidade de impressão e tratamento de imagem, lançamos uma plataforma que proporciona o mesmo requinte de livros de arte para trabalhos de fotógrafos profissionais.

Fique por dentro das nossas novidades

Newsletter